Mansão de Apolo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mansão de Apolo

Mensagem por Narrador em Ter Jan 24 2012, 21:34

Mansão de Apolo
avatar
Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Apolo em Ter Jan 24 2012, 22:44

A Mansão de Apolo é bastante imponente, pintada de branco por fora para igualar a calma relativa do lugar que está situada, com muitos quartos e uma piscina nos fundos.

MANSÃO POR FORA
Spoiler:

Por dentro, ela é toda pintada de vermelho, com muitas coisas relativas ao sol e a música, incluindo uma biblioteca e uma espécie de "laboratório", onde costuma tentar criar alguns instrumentos ou até novas artimanhas para seu arco. Também existe uma sala que ele gosta de ficar para refletir e pensar sobre algumas coisas e, acreditem, dá muito certo, e a sala cheia do instrumento que ele mais gosta de tocar, a guitarra, que é o único lugar da casa que ele gosta que não tenha vermelho.

SALA DE REFLEXÃO
Spoiler:

SALA DA GUITARRA
Spoiler:

E, além de 8 quartos e a sala de estar imensa, temos a garagem cheia de carros e motos que, por algum motivo, Apolo nunca diz como ele os arranjou.

GARAGEM
Spoiler:
avatar
Apolo


Mensagens : 64
Data de inscrição : 25/07/2011
Localização : Aonde tenha sol... É pra lá que eu vou...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Afrodite em Qua Jan 25 2012, 17:44

Caminhei pela sala branca e espaçosa a empregada havia me informado que anunciaria minha chegada a Apolo, passei a mão sobre os moveis enquanto esperava ele chegar. Sorri ao vê-lo me olhar parado na escada.

- Apolo, quanto tempo. - Eu disse me sentando em um sofá. – Bom você me conhece sabes muito bem que não gosto de rodeios. Preciso de você.

Dei a ele um sorriso enquanto ele caminhava em minha direção. A camiseta de gola V branca destacava os olhos e a pele.

-Na verdade vim te tirar um pouco da vida vadia. Não sei se soube, mas há alguns dias tivemos uma missão que não foi bem sucedida, na verdade foi um fiasco. Um de nossos guerreiros ficou gravemente ferido. Até ai tudo bem, se não fosse por três campistas resolverem fugir do acampamento com o corpo e levá-lo ate um hospital aqui mesmo em NY.

Levantei-me chegando mais perto dele e ajeitando o cabelo que caia em sua testa.

- Apolo preciso que você se infiltre no hotel ou no hospital que eles vão ficar e cuide deles. Não pense que estou te convidando a ser baba, mas as vidas daquelas crianças podem estar em risco e você é um dos únicos que pode ficar perto deles sem que eles percebam. Eu mesma iria, mas a uma filha minha na missão e a garota parece muito comigo e quando digo muito não é exagerando. Ares não posso contar. Sua irmã esta preocupada com a próxima missão e Hera deve estar preocupada se Zeus tem filhos ou não. Sendo assim, parabéns você foi o escolhido.

_________________
avatar
Afrodite

Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Apolo em Qua Jan 25 2012, 20:32

Estava na sala da guitarra, onde sempre estava quando não tinha nada que fazer, quando uma das empregadas mortais bateu na porta e entrou. Parei no meio de um solo e olhei para ela.
- Senhor, uma convidada sua chegou... Ela diz que é uma amiga sua.
Suspirei bem fundo e me levantei, jogando a guitarra no chão. Não me importava se quebrasse, eu tinha várias iguais.
- Obrigado, Sílvia.
- Senhor, é Samara.
- Obrigado... - Eu disse, rispidamente para ver se ela entendia que eu queria que ela saísse.
Ela apenas acenou com a cabeça e fechou a porta. Troquei a camiseta preta que estava e coloquei uma branca. Não gostava de receber mulheres com roupas feias. Dei uma mexida no cabelo apenas para ficar ajeitado e desci as escadas até a sala de estar. Olhei da escada e identifiquei Afrodite. Apenas dei um sorriso e caminhei até ela.

- Apolo, quanto tempo. - Ela disse, enquanto se sentava em um sofá. – Bom você me conhece sabes muito bem que não gosto de rodeios. Preciso de você.
- Bom saber que alguém ainda precisa de mim... - Eu disse, me sentando ao lado dela. - Do que você precisa?
- Na verdade vim te tirar um pouco da vida vadia. Não sei se soube, mas há alguns dias tivemos uma missão que não foi bem sucedida, na verdade foi um fiasco. Um de nossos guerreiros ficou gravemente ferido. Até ai tudo bem, se não fosse por três campistas resolverem fugir do acampamento com o corpo e levá-lo ate um hospital aqui mesmo em NY.
Olhei para ela, reprimindo uma risada. Semideuses eram todos iguais, sempre se unindo nesses momentos difíceis e fazendo coisas estúpidas, como fugir do acampamento.
- Sim, eu fiquei sabendo da missão, mas apenas rumores, não a história completa. Mas não entendi ainda, onde eu entro nisso?
Vi ela se levantar e chegar mais perto de mim, enquanto tirava um cabelo que eu sempre gostava de deixar caído na testa.
- Apolo preciso que você se infiltre no hotel ou no hospital que eles vão ficar e cuide deles. Não pense que estou te convidando a ser baba, mas as vidas daquelas crianças podem estar em risco e você é um dos únicos que pode ficar perto deles sem que eles percebam. Eu mesma iria, mas a uma filha minha na missão e a garota parece muito comigo e quando digo muito não é exagerando. Ares não posso contar. Sua irmã esta preocupada com a próxima missão e Hera deve estar preocupada se Zeus tem filhos ou não. Sendo assim, parabéns você foi o escolhido.
Dei uma risada enquanto olhava para ela.
- Adoro quando as pessoas me pedem trabalhos como esse. Sabe, ás vezes é chato ficar parado e apenas ver a ação rolando. E sim, eu posso fazer isso, apenas precisa me dizer onde eles estão agora e eu sigo eles de perto. Ah, e também quem são os campistas... Preciso ter uma noção de quem eu vou seguir, certo?
Me levantei e fui até uma pequena cômoda encostada na parede, com vários tipos de champanhe. Peguei um deles, enquanto pegava dois copos e enchia um, levantando ele na direção dela.
- Aceita?
avatar
Apolo


Mensagens : 64
Data de inscrição : 25/07/2011
Localização : Aonde tenha sol... É pra lá que eu vou...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Afrodite em Qui Jan 26 2012, 14:12

Olha para garrafa em suas mãos.

- Aceito!

Esperei ele me servir, dei uma bebericada na taça, esperando ele se acomodar novamente.

- A situação é a seguinte, temos três campistas como foi dito no início. Uma filha minha uma Hefesto e um filho de Ares.

Remexi inquieta ao dizer que uma de minhas filhas estava em meio a toda aquela confusão, nenhuma de minhas filhas havia me dado trabalho ate os dias de hoje, na verdade elas sempre se preocupavam em serem as mais belas dos acampamentos o que também me irritava um pouco já que isso as fazia parecer por fútil.

- O rapaz entrou no fim do plano, ele só carregou o rapaz para fora do acampamento, sendo assim o plano partiu das duas garotas. Elas são boas, mas parecem que quando se juntam ficam... Como posso dizer... Insanas.

Terminei a champanhe. Colocando a taça em uma mesa de centro que ficava entre os sofás. Olhei pelas janelas da casa de Apolo elas eram grandes e davam para um jardim imenso. Não sabia que ele gostava de jardins, talvez fosse apenas parte da casa.

- Eu tenho o hotel que vão ficar e o hospital que pretende levar o rapaz. O plano deles é simples, eles vão chegar ao hospital e minha filha ira usar de seus dotes de persuasão para compelir algum enfermeiro ou medico a atender o rapaz. Algo me diz Apolo que isso não terminara bem, eu entendo que eles querem ajudar o rapaz, mas mesmo assim.
Levantei-me caminhando pela sala. Fui ate minha bolsa pegando o papel dobrado.

- Esses são os endereços do hospital e do hotel, acho que vão passar mais tempo no hospital, lembrasse são três, procure por minha filha como eu disse você encontrara algumas características minhas presentes nela. Provavelmente essa noite ou mais tardar amanha eles darão entrada no hospital com o rapaz.

Peguei minha bolsa para me despedir, cheguei mais perto levantando a mão.

- Espero poder contar com você, qualquer problema me chame, estarei por perto! Ele pegou em minha mão apertando de leve, eu apertei um pouco mais forte. – Ah, Apolo a uma filha minha lá e uma filha de Hefesto não me obriguei a passar de Deusa do Amor para Deusa que te carregará para o inferno.

Soltei de sua mão, levei a mão no seu rosto dando um belisco fraco em sua bochecha, mandei um beijo em sua direção antes de sair pela porta.

Encerrado.

_________________
avatar
Afrodite

Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Apolo em Qui Jan 26 2012, 14:44

Entrego a taça para Afrodite, enquanto encho outra taça e me sento de novo no sofá.
- A situação é a seguinte, temos três campistas como foi dito no início. Uma filha minha uma Hefesto e um filho de Ares.
Bebi um pouco do champanhe enquanto pensava naquela informação. Uma filha de Afrodite já era bom demais, ainda mais uma filha de Hefesto... Pelo menos esperava que ela não fosse feia igual ao pai. Mas eu pensava naquele tal filho de Ares. Isso iria ser um pequeno problema.
- Interessante... Duas garotas, uma delas sua filha. Devem ser bastante inteligentes.
- O rapaz entrou no fim do plano, ele só carregou o rapaz para fora do acampamento, sendo assim o plano partiu das duas garotas. Elas são boas, mas parecem que quando se juntam ficam... Como posso dizer... Insanas.
Abri um sorriso de leve enquanto ela olhava pela janela.
- Eu tenho o hotel que vão ficar e o hospital que pretende levar o rapaz. O plano deles é simples, eles vão chegar ao hospital e minha filha ira usar de seus dotes de persuasão para compelir algum enfermeiro ou medico a atender o rapaz. Algo me diz Apolo que isso não terminara bem, eu entendo que eles querem ajudar o rapaz, mas mesmo assim.
Ela se levantou e foi até uma bolsa, que eu imaginei que seria dela pelas frescuras.
- Só posso crer que vai dar problema enquanto eles estiverem no hotel, por que no hospital eu vou estar por perto. Vou ter que inventar alguma façanha pra ficar de olho neles enquanto estiverem em um quarto.
Ela voltou com um papel dobrado na mão e me entregou. Abri e vi que tinha dois endereços escritos numa letra bem caprichosa.
- Esses são os endereços do hospital e do hotel, acho que vão passar mais tempo no hospital, lembrasse são três, procure por minha filha como eu disse você encontrara algumas características minhas presentes nela. Provavelmente essa noite ou mais tardar amanha eles darão entrada no hospital com o rapaz.
Apenas acenei com a cabeça enquanto me levantava e pensava qual seria o carro mais discreto e elegante que eu teria na garagem. Afrodite pegou a bolsa dela e chegou perto de mim, levantando a mão.
- Espero poder contar com você, qualquer problema me chame, estarei por perto! - Apertei a mão dela para ela ver que estava tudo bem, e senti uma pressão maior ainda. – Ah, Apolo a uma filha minha lá e uma filha de Hefesto não me obriguei a passar de Deusa do Amor para Deusa que te carregará para o inferno.
Meus olhos brilharam com a ameaça.
- Muito ameaçador, querida. Mas, provavelmente não serei eu que irei até uma delas. - E dei uma piscadela.
Ela soltou a minha mão e beliscou a minha bochecha, me fazendo se sentir uma criança, e foi até a porta, mandando um beijo pra mim antes de sair.
Respirei bem fundo enquanto batia as mãos. Andei até o meu quarto, trocando de roupa por uma bem bonita, não esquecendo os óculos escuros, e fui até a garagem, olhando para todos os automóveis. Passei a mão em uma Lamborghini vermelha bem ao lado de onde ficavam as chaves.

- Desculpa, bebê, mas hoje eu vou de moto.
Tirei uma chave do gancho onde estava escrito "Honda V4", subi numa moto prateada e liguei o motor, fazendo questão de fazer o barulho da moto antes de sair da mansão.
avatar
Apolo


Mensagens : 64
Data de inscrição : 25/07/2011
Localização : Aonde tenha sol... É pra lá que eu vou...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Narrador em Ter Jan 31 2012, 21:36

TURNO ENCERRADO!


Novo turno iniciando-se dia 01 de Fevereiro e encerrando em 15 de Fevereiro.
avatar
Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Apolo em Sab Maio 19 2012, 17:34

Entrei na mansão, sem avisar empregada nenhuma, como era costume meu. Passei que nem um furacão pela cozinha, fazendo a empregada cair de uma cadeira que ela estava sentada. Abri um sorrisinho, apreciando a vista de ver ela choramingar. Aquelas pequenas mortais inúteis, tão estabanadas. Ao pensar em mortais, a imagem de Camila veio a minha mente. Na hora fiquei sério. A cara que ela tinha me olhado ficava aparecendo em minha mente, como flashes. Eu nem tinha dito a ela quem eu realmente era.

Mudei a rota, indo direto para a sala de reflexão. Me larguei no sofá, sem me importar com o tênis sujo encima dele. Precisava pensar sobre o que ia fazer agora. Voltar a vidinha chata novamente? Talvez...

A empregada abriu a porta com tudo, trazendo uma bandeja com café quente e pão.


- Trouxe um lanchinho para o senhor...

Me assustei tanto que cai do sofá. Me levantei rapidamente, lívido.

- QUANTAS VEZES PRECISO REPETIR QUE ENQUANTO EU ESTIVER AQUI, NINGUÉM ENTRA? MAS QUE DROGA! - Eu disse, gritando de raiva.

A empregada ficou pálida deixou rapidamente a bandeja sobre a mesa e saiu rapidinho. Fui até a porta, mais rápido que um ser humano normal, e dei uma bica nela, fazendo-a ficar amassada. Me sentei no sofá, passando a mão no cabelo e respirando fundo. Tinha que me controlar muito esses dias para não fazer nenhuma besteira. Voltei a pensar no que ia fazer. Revi todos os momentos da viagem mentalmente e cheguei numa conclusão. Me levantei rapidamente, e fui até a garagem. Passei a mão na chave do Honda Civic novinho, de cor vermelha, e entrei no carro. Mentalmente quase implorei pra que minha irmã aparecesse... Precisava falar com ela antes de ir no Acampamento.
avatar
Apolo


Mensagens : 64
Data de inscrição : 25/07/2011
Localização : Aonde tenha sol... É pra lá que eu vou...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Artemis em Sab Maio 19 2012, 21:48

Artemis conhecia muito bem o irmão que tinha e sua intuição lhe dizia que ela deveria verificar o que ele andava fazendo. Ela sabia que ele havia ficado insatisfeito com a decisão que ela e Afrodite tomaram de mandar os semideuses de volta com uma caçadora os acompanhando e por ter sido proibido de se aproximar ou falar com os semideuses depois que eles foram tirados da delegacia.

Logo após a volta dos semideuses ao acampamento Artemis e Afrodite voltaram ao Olimpo, Apolo não quis acompanhá-las e lá elas conversaram brevemente e chegaram a conclusão que deveriam ficar de olho em Apolo, pelo menos durante alguns dias. Ele as vezes tinha ideias que nenhuma das duas aprovava e Artemis se sentia na obrigação de impedir que ele fizesse besteiras e naquele exato momento ela sentia que deveria fazer-lhe uma visita.

Artemis chegou a mansão de Apolo e o viu sair da casa e entrar no carro. Ela então se adiantou bloqueando a saída de Apolo. Ele a olhou de dentro do carro e sorriu, Artemis se aproximou.

- Porque eu tenho a impressão de que esta sua saída vai me deixar irritada? – Apolo abriu a porta saindo do carro. Ela parou a frente dele – Onde você está indo irmão?


OFF: OMG quase que eu não passo no limite de linhas AHSUAHSUASH

_________________
Artemis ~ Deusa da Caça ~ Moderadora




avatar
Artemis


Mensagens : 114
Data de inscrição : 21/06/2011
Localização : por aí..

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Apolo em Dom Maio 20 2012, 15:55

Quando estava saindo da garagem com eu Honda, vi minha irmã um pouco a frente. Abri um sorriso, parando o carro. Eu sabia que ela ia perguntar o que estava fazendo, e a resposta já estava pronta. Passava e repassava ela mentalmente, enquanto saia do carro.

- Porque eu tenho a impressão de que esta sua saída vai me deixar irritada? Onde você está indo irmão?

Encostei no Honda, olhando para ela.

- Se você tem a impressão que vai ficar irritada, significa que a sua intuição, como sempre, anda boa. Agora, quanto a outra pergunta, não adianta o que você fale, eu vou ir.

Respirei fundo antes de continuar, olhando para ela com um olhar sério.

- Estou indo para o Acampamento. Preciso explicar tudo, pelo menos para a filha de Hefesto. É algo que eu necessito fazer.

Abri a porta do carro, respirando fundo, mas antes de entrar dei a volta e abri a outra porta.

- Prometo me comportar lá dentro. Quer ir junto? - Eu perguntei, dando um sorriso.
avatar
Apolo


Mensagens : 64
Data de inscrição : 25/07/2011
Localização : Aonde tenha sol... É pra lá que eu vou...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Afrodite em Seg Maio 21 2012, 10:55

Parei o carro na frente da saída de carros da mansão de Apolo suspirando derrotada. Eu não sei muito bem como havia vindo parar aqui, mas eu estava dentro Ashton Martini preto eu conseguir ver que teríamos problemas. Não foi os sentimentos de Apolo que me colocou em alerta em sim o de Artemis, ela estava aflita. Desci do carro entrando na mansão. De longe fui capaz de ouvir Artemis e Apolo conversando. Parei na frente do carro Apolo abria a porta do passageiro gentilmente para a irmã.

- Me deixa pensar se eu ouvi direito. Você esta pronto para quebrar as regras por causa da filha de Hefesto e ainda quer levar Artemis com você?

Ele me analisou de forma conspiratória, dava para ver em seu semblante que ele não estava feliz em me ver ali, o que era uma pena, já que nunca me incomodei de estar nos lugares que não era chamada. Nós tínhamos algo a zelar, não podíamos por tudo a perder por um capricho de Apolo, um Deus em um acampamento era proibido ainda mais dois.

- Vocês dois beberam em que bar? Eu acho que a cana de açúcar que usaram na cachaça estava contaminada.

Caminhei indo em direção a eles. Eu estava tentando ser sensata.

- Apolo. – Eu disse com uma voz mais fraca. – Nós não podemos nós expor dessa forma, eu sei que eu deveria ser a ultima a agir dessa forma quando se trata em relacionamento ou sentimento, mas você esta agindo sem pensar.

Olhei para Artemis. Ela me analisava com a sobrancelhas unidas

- Isso é negligente. Vamos pensar em outra forma se Apolo quer mesmo ver a garota eu estou disposta a ir ate lá passar por cima de todos e tirar a garota de lá, ou você pode pedir para sua caçadora levá-la ate um local seguro.

Minha voz estava se tornando quase uma suplica.

- Já nós expomos demais, quatro deles sabem quem somos, se um de nós entrar lá e alguém dizer algo seremos entregues aos leões e nem mesmo mil anos de persuasão será capaz de converse algo de diferente nisso.




_________________
avatar
Afrodite

Mensagens : 46
Data de inscrição : 21/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Apolo em Seg Maio 21 2012, 14:06

Quando vi o carro preto parando na frente da saída da garagem, respirei fundo e fechei a porta da garagem. Realmente seria mais difícil sair dali do que eu tinha pensado. No mínimo ambas estavam me vigiando. Sentei encima do capô do Honda, olhando para as duas. Depois que Afrodite terminou de falar, soltei uma risada meio rouca.

- Não quero falar com a filha de Hefesto por causa de amor. Já passei várias vezes por isso e sei como isso acaba. Só acho que devemos uma explicação a eles. Eu ajudei a garota, e devo uma explicação a ela. - Comecei a girar a chave no dedo indicador. - Se vocês realmente acreditam que eu não deva ir até lá, alguém vai ter que explicar a semideusa quem eu era e o que estava fazendo.

Apertei o botão na chave. A luz da Honda piscou duas vezes e os vidros começaram a subir.

- Mas eu quero fazer alguma coisa, seja para vocês, seja para meu pai, seja para quem for. Nenhum deus gosta de ficar apenas observando, certo? - Eu disse, com um sorriso, enquanto saia do capô do carro e parava de frente para as duas. - Tem alguma coisa para fazer? Ou vou ter que ficar dando voltas por aí até encontrar encrenca?
avatar
Apolo


Mensagens : 64
Data de inscrição : 25/07/2011
Localização : Aonde tenha sol... É pra lá que eu vou...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Artemis em Ter Maio 22 2012, 14:53

Artemis olhou incrédula para os dois. A ideia de Apolo de entrar no acampamento já era absurda e ouvir da própria Afrodite que ela ajudaria Apolo a conversar com a semideusa era mais inacreditável ainda.

Artemis não gostava nenhum pouco dessa história, mas se ela não ajudasse, ela não duvidava nada de que Afrodite entraria mesmo no acampamento e arrastaria a garota para fora. Ela olhou de um para outro. Apolo estava agora a sua frente e ela tinha certeza de que tinha perdido alguma parte da conversa. Os dois a encaravam silenciosamente esperando uma resposta. Ela respirou fundo irritada.

- Ok. Eu posso pedir para a Alexia tirar a garota do acampamento e levá-la até algum lugar. Pode ser a estrada? Está bem assim ou vocês tem alguma outra ideia? - Apolo sorriu para elas, balançando a chave e entrando no carro. Artemis revirou os olhos e se aproximou de Afrodite. - Você tem certeza de que essa é mesmo uma boa ideia? Você sabe como Apolo é. - as duas olharam para ele que as encarava de dentro do carro. - Nós vamos acabar nos arrependendo disso.

Artemis foi em direção ao carro do irmão, sentando no banco do carona. - Por favor Apolo se comporte ou eu te mato. - ela encostou no banco do carro pensando em entrar em contato com Alexia no meio do caminho. Ela não gostava nada de meter sua caçadora no meio disso, de novo, mas se Apolo iria fazer burradas, era melhor elas estarem perto, vigiando.


TURNO ENCERRADO



OFF: não ando bem para postar, não mesmo..

_________________
Artemis ~ Deusa da Caça ~ Moderadora




avatar
Artemis


Mensagens : 114
Data de inscrição : 21/06/2011
Localização : por aí..

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Apolo em Ter Maio 22 2012, 17:03

Esperei por um tempo pela resposta de uma das duas. Eu quase conseguia ver a mente de ambas trabalhando a milhão, procurando qualquer coisa para me dissuadir do que ia fazer. Eu mesmo buscava razões para guardar o carro de novo e sentar, mas não achava nenhuma.

Ártemis respirou fundo, olhando para mim. Adorava ver ela irritada, por alguma razão que eu não conseguia explicar. Devia ser o vínculo entre irmãos.


- Ok. Eu posso pedir para a Alexia tirar a garota do acampamento e levá-la até algum lugar. Pode ser a estrada? Está bem assim ou vocês tem alguma outra ideia?

- Beleza! - Eu disse, enquanto entrava no Honda, dando uma piscadela para as duas e ligando o carro.

Fiquei olhando para as duas pelo vidro. Elas conversavam, provavelmente me xingavam, mas pelo visto eu tinha ganhado aquela batalha. Ártemis sentou no banco do passageiro


- Por favor Apolo se comporte ou eu te mato. - Ela disse, o que me fez rir.

- E eu por acaso sou malcomportado?

Acelerei o carro um pouco, parando do lado de Afrodite e descendo o vidro.

- A gente se vê depois. - Fechei o vidro novamente, ligando o rádio com uma música do Scorpions. Respirei fundo. - Eu aconselharia você a usar um cinto, mana... Mas é bobagem.

Meti o pé no acelerador, o que fez o carro voar, indo quase a 150 por hora rapidamente, saindo da garagem.

~~ ENCERRADO ~~
avatar
Apolo


Mensagens : 64
Data de inscrição : 25/07/2011
Localização : Aonde tenha sol... É pra lá que eu vou...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Narrador em Qua Nov 12 2014, 22:44

TURNO ENCERRADO!
avatar
Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mansão de Apolo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum