Hotel Lenox - NY

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Narrador em Sex Mar 02 2012, 16:34

TURNO ENCERRADO!


Novo turno iniciando-se dia 03 de Março e encerrando em 16 de Março.

Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Natalie Dion em Qui Mar 08 2012, 13:37

No mesmo dia em que consegui entrar na UTI e ver Dan recebemos mais tarde uma ligação do Hospital avisando que ele havia acordado, que estava bem, mas que ainda não poderíamos visitá-lo, pois ele ainda passaria por exames, ficaria em observação para saberem se ele realmente estava bem e só depois seria transferido para um quarto e aí então poderíamos vê-lo. Óbvio que isso levou mais tempo do que imaginávamos e dias depois Dan ainda se encontrava na UTI e mesmo assim nós ficávamos indo do Hotel para o Hospital, mesmo sabendo que irmos para lá não resolveria nada. Quando não estávamos no Hospital fazíamos o que era possível para nos distrairmos. Como Gabe e Isa até que enfim resolveram ficar juntos e eles aproveitavam o máximo que podiam para namorarem e eu passava as horas livres do lado de fora do hotel com Alex. Desde o jantar nós nos viamos com frequência, era bom estar perto de Alex, ser uma garota normal, sem monstros, deuses ou qualquer coisa assim.

Estava pronta para sair e dar uma volta quando o celular tocou e recebi a melhor notícia dos últimos dias, Dan havia sido transferido para o quarto e poderíamos visitá-lo. Desliguei o celular gritando para Isa e Gabe que estavam na sala.

"Gente novidades" saí correndo do quarto parando perto dos dois "O Dan foi transferido para o quarto e o Dr. Wagner disse que se quisermos podemos ver ele agora, mas tipo tem que ser agora, agora mesmo, porque já está tarde e o horário de visitas está acabando." Dei meia volta para o quarto pegando minha bolsa e virando para ir até a sala novamente quando trombei em Isa que entrava no quarto apressada.


OFF: caracaa ate parece que eu contei as linhas auhsuashaus
avatar
Natalie Dion


Mensagens : 165
Data de inscrição : 29/06/2011
Localização : Acampamento meio-sangue

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Isabella Bittencourt em Seg Mar 12 2012, 12:05

Pegamos nossas coisas, não podíamos perder tempo precisávamos ir para o hospital. A correria foi grande dentro do quarto do hotel. Nós conseguíamos trombar uns nos outros. Entrei no quarto trocando a roupa por uma calça jeans e um moletom preto, fiz um coque mal feito no topo da cabeça, não me importei com maquiagem na verdade não passei nem perto da penteadeira arrumada.

Eu estava eufórica por dentro no fim havia dado tudo certo ele estava bem provavelmente acordado. Quando entrei no acampamento Dan já estava em uma missão eu não havia conhecido ele, apenas havia visto seus olhos fechados, naquele momento me peguei perguntando que cor seria, talvez ele fosse gentil como Gabe ou talvez fosse grosso como Melanie na verdade não importava, o que me importava é que ele estava a salvo, não corria risco algum de vida. Mesmo eu não tendendo certeza como isso terminaria afinal não sabíamos se poderia voltar ao acampamento ou não e isso era algo que estava me tirando noites de sono.

Quando voltei a sala Gabe e Natalie me esperavam impaciente, mesmo quando eu dizia que não iria me arrumar conseguia demorar mais que eles, passamos alguns minutos ainda procurando as chaves do carro que deveriam estar em algum lugar. Tentamos nós organizar e lembrar quem havia usado o carro por ultimo, por fim Gabe se lembrou que deveria estar dentro de uma de minhas bolsas ou da calça jeans que eu estava usando hoje pela manha quando fui ao supermercado. Quando achamos corremos para fora do quarto a caminho do hospital.

ENCARRADO, NATALIE, GABE E EU!

vish
avatar
Isabella Bittencourt


Mensagens : 94
Data de inscrição : 11/07/2011
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Narrador em Sex Abr 20 2012, 16:51

TURNO ENCERRADO!


Novo turno iniciando-se dia 20 de Abril e encerrando em 30 de Abril.
avatar
Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Narrador em Qui Maio 10 2012, 16:16

Afrodite entrou no hotel com Dan a tiracolo. Eles subiram direto para o quarto em que os semideuses estavam ocupando. Afrodite abriu a porta entrando e seguindo em direção ao primeiro quarto que ela encontrou. A cama estava desarrumada e uma mala estava ao canto, provavelmente aquele era o quarto do filho de Ares. Dan entrou logo atrás dela colocando sua mala em um dos cantos.

- Esse é o quarto que seu irmão estava antes de ser preso, você fica aqui por enquanto. Na cozinha deve ter algo para você comer, se não tiver faça um pedido para o hotel ou algo assim, você que sabe. Só mantenha-se discreto por enquanto – um barulho no outro cômodo chamou a atenção dos dois – finalmente – disse Afrodite deixando o filho de Ares no quarto e indo em direção a sala.

Dan olhou em volta e se aproximou da mala que estava ao lado da cama, definitivamente aquelas eram coisas de seu irmão Gabe. Ele soltou uma imprecação, por causa dele Gabe agora estava preso e sabe-se lá mais quem, afinal ele não tinha nenhuma confirmação de quem realmente estava ali. Ele saiu do quarto em direção à sala e parou instantaneamente quando viu duas pessoas que conversavam com Afrodite e pela forma com que eles falavam e se comportavam aqueles dois também deveriam ser deuses. Ele realmente não sabia o que fazer. Nunca pensou que encontraria um deles em toda sua vida e agora estava de frente para três, que pararam de falar e olharam para ele. Apolo se aproximou do rapaz estendendo a mão.

- Prazer meu nome é ... – Ele parou por alguns instantes olhando para Afrodite, ela apenas fez um sinal com a cabeça para que ele prosseguisse. – Meu nome é Apolo e essa é minha irmã Artemis. – Ele disse enquanto fazia um sinal para Artemis, que apenas analisou o rapaz dando um sorriso fraco.

- Acho melhor nós três participarmos. Eu não sei ate que ponto vai ser minha ajuda extra. – Ao canto da sala Dan estremeceu ele sabia qual era a “ajuda” de Afrodite. Ela iria compelir quem viesse pela frente. Ate soltar os semideuses. – Por via das duvidas, vamos nós três. Enquanto você nos espere.

- Não – Disse Artemis que parecia calculista no canto oposto da sala onde Dan estava. – Precisamos que alguém leve eles de volta ao acampamento, você dois vão a delegacia e eu vou buscar uma de minhas caçadoras. Eu sei de seus dotes Afrodite e tenho certeza que tudo ocorra bem. – Aquilo não era uma idéia, era uma afirmação.

- Ela tem razão Afrodite, não podemos levar eles de volta ao acampamento. – Apolo disse enquanto se sentava no sofá. E tamborilavam seus dedos sobre a perna no ritmo de uma musica qualquer.

- Admita você não quer conhece-lá. – Disse Artemis que permanecia solene.

- Minhas vontades não estão em questão. Vamos fazer o que é preciso. Estamos perdendo tempo, não precisamos nem sequer de um plano. E eu estou cansada, apenas quero que isso termine logo. – a voz de Afrodite soou controlada, mas o desconforto estava presente em seus olhos.

Sendo assim os três saíram porta a fora. Afrodite antes de sair deu uma ultima checada em Dan sorrindo abertamente para o rapaz, ele não faria nada antes dela voltar.



Ártemis precisava entrar em contato com uma de suas caçadoras que se encontrava no acampamento, os semideuses precisavam voltar para lá em segurança e sua caçadora era a pessoa perfeita para esse serviço. O problema era como ela entraria em contato com ela sem que a mensagem pudesse ser interceptada ou algo desse tipo, mensagem de íris estava fora de questão. A única maneira que Ártemis encontrou foi a que ela menos queria utilizar, a mais demorada. Ela iria pessoalmente ao acampamento.

Ártemis utilizou-se de sua forma humana para entrar no acampamento, ela precisava manter a discrição. Ela atravessou a floresta rapidamente, e quando entrava na praia, parou.. Alguns semideuses estavam por ali, entre eles sua caçadora. Ártemis parou analisando a situação, ou ela esperava que os garotos saíssem dali ou ela se aproximava assim mesmo. Ela se decidiu pela segunda opção, mas antes que ela pudesse dar um passo na direção deles, Alexia se despediu saindo dali em direção ao chalé. Ártemis esperou alguns segundos e atravessou a praia rapidamente, nenhum dos semideuses ali perceberam-na.

Ela se aproximou da garota que estava prestes a entrar no chalé. - Alexia. – a garota olhou em sua direção parecendo se espantar. Afinal quem imaginaria que Ártemis entraria sorrateiramente no acampamento. A caçadora andou em direção a ela, parando a alguns passos de distância.

- Lady Ártemis. – Ártemis foi direto ao ponto.

- Você sabe sobre os campistas que fugiram certo? – Alexia assentiu – Eles precisam voltar para cá em segurança e você os trará de volta. Vim até aqui apenas para te buscar. Explico a história para você no caminho. Não temos tempo a perder. – Ártemis se virou para voltar à floresta novamente com Alexia a seguindo. Elas saíram do acampamento em direção ao Hotel.



Na delegacia, os semideuses se encontravam em silêncio, eles estavam trancados na cela, haviam se recusado a dizer qualquer coisa e evitavam conversar entre si mesmo, talvez porque nenhum deles sabia o que fazer agora. Eles haviam sido pegos e não tinham ninguém que pudesse ajuda-los a sair dali. Estavam cada um perdido em seu próprio pensamento, Gabe tentava arranjar uma maneira de tira-los dali, Isa se sentia culpada por ter metido os dois nos seus problemas e Natalie pensava em como ela contaria quem havia visto para Isa, mas os três ainda tinham um pensamento que não conseguiam deixar de se procupar..Dan..eles desconfiavam de que a polícia não sabia sobre ele e rezavam para que continuasse assim.

- Esse silêncio está me deixando mais nervosa ainda. – disse Isabella quebrando o silêncio e chamando a atenção dos dois semideuses sentados cada um de um lado da garota. – Nós precisamos dar um jeito de sair daqui e tirar o Dan de lá, ele pelo menos pode voltar ao acampamento e nós podemos seguir com o plano B – ela sussurrou – desculpem por mete-los nisso. – ela parecia desolada, ela tinha medo sim de que eles fossem pegos e seus amigos passassem por isso, mas ela nunca acreditou realmente que aquilo aconteceria com elas, ela tinha esperanças de que eles iriam passar por tudo aquilo sem encontrar problemas.

- Isa – ela olhou em direção a Natalie – eu preciso te contar algo – Natalie sabia que aquela era a hora dela contar, ela precisava aproveitar enquanto estavam somente os três ali na cela.

Pela forma como Natalie falou com Isabella, Gabe sabia que algo realmente devia ter acontecido a garota parecia não saber como contar seja lá o que fosse. – Natalie, o que aconteceu? – ela olhou de Isabella para Gabe e de volta para a garota.

- Eu...eu..han..acho que vi sua mãe. – Isabella e Gabe a olharam com confusão no rosto, e a garota suspirou – a Afrodite, Isa, eu vi ela.

- Co...como assim? – Isabella se assustou, ela não havia visto Afrodite, como Natalie havia visto e aonde.

- Bem..foi lá no hospital, quando nós estávamos sendo levados, eu dei uma olhada para trás e ela estava lá...ela estava conversando com o Alex.

- Nati, você não pode ter se enganado? – perguntou Gabe – olha não era uma situação em que estivéssemos racionalizando direito, você pode ter pensado que era ela. – Natalie negou com a cabeça.

- Não...era ela Gabe, eu vi, não havia como confundir – e então se dirigindo a Isa novamente – vocês duas são muito parecidas, em tudo. Quando eu a vi eu simplesmente pensei que aquela era você mais velha, não tem como não ser e quando eu falei o nome dela, ela olhou em nossa direção. Era ela Isa, eu sei que era.


Dan estava impaciente, andando de um lado para outro na sala, olhando o relógio na parede a cada segundo, já fazia um tempão que todos haviam saído e o deixado ali, na verdade faziam horas e ele começava a ter tudo quanto é pensamento ruim quanto ao que deveria ter acontecido, afinal Afrodite era quem havia ido até a delegacia tirar os campistas de lá e a essa hora já era para ela ter conseguido e voltado com os três. Ele estava prestes a sair e dar uma olhada do lado de fora para ver se alguém estava vindo quando a porta se abriu. Afrodite entrou, seguida de Gabe, Dan sorriu, era bom ver o irmão bem e longe da delegacia. Eles mal tiveram tempo de se cumprimentarem e Dan perguntar se o irmão e as garotas estavam realmente bem quando Ártemis entrou rapidamente pela porta acompanhada de uma garota.

- Está na hora de ir. Trouxe Alexia para acompanhá-los até o acampamento. Isso fará com que vocês possam voltar sem muitos problemas. Ela garantirá a segurança de vocês até estarem a salvo no acampamento. – Ártemis se aproximou de Afrodite e Apolo enquanto os semideuses iam rapidamente até os quartos e pegavam seus pertences.

O carro estava parado à frente do Hotel, não era o mesmo que eles haviam usado para chegar até ali, pelo contrário, era bem mais chamativo do que eles pensavam.

- Eu pedi um carro bom e discreto Apolo e não isso. – Afrodite disse o olhando de cara feia – eles ainda devem passar despercebidos até o acampamento.

- Mas este é um carro bom – respondeu Apolo – fui generoso e escolhi a dedo um dos que eu tinha em casa, ele pode não ser lá muito discreto, mas ele é rápido, tenho certeza que com a velocidade que ele alcança em segundos as pessoas mal vão percebe-los. – Ártemis revirou os olhos e foi até Apolo pegando as chaves que estavam em sua mão e as estendendo para Alexia.

- Vocês não devem ter problemas pelo caminho, qualquer coisa entre em contato comigo, você sabe como fazer. – Alexia assentiu dirigindo-se em direção ao carro.

- Espera, eu dirijo. – Gabe se adiantou esticando a mão e pedindo a chave para Alexia. – A viagem é longa e é melhor que você esteja descansada já que tem que manter a gente em segurança.

- Gabe está certo. – disse Dan. Alexia olhou dos dois irmãos para Ártemis que assentiu.

- Você pode ficar mais atenta a qualquer perigo pelo caminho. – Alexia entregou a chave para Gabe, que olhou para os deuses, num agradecimento silencioso e seguiu para o carro com Dan o acompanhando. Gabe sentou ao volante e Dan no banco do passageiro e as três meninas se acomodaram no banco de trás. Eles olharam uma última vez na direção dos três deuses, Gabe ligou o carro e eles partiram.


ENCERRADO
avatar
Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Narrador em Qua Maio 16 2012, 14:09

TURNO ENCERRADO!


Novo turno iniciando-se dia 16 de Maio e encerrando em 31 de Maio.
avatar
Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Narrador em Qua Nov 12 2014, 22:44

TURNO ENCERRADO!
avatar
Narrador

Mensagens : 136
Data de inscrição : 23/06/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Lenox - NY

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum